quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Separado pagando mico

Enquanto eu escrevia o texto Separado, e daí?, eu me lembrei de um mico interessante que eu paguei pouco tempo após ter me separado.
Eu me separei em 2006 e, por quase um ano, eu não saí com absolutamente ninguém na minha cidade. Não me sentia bem, tinha vergonha, nem sabia como fazer ou agir, ou como recomeçar.
Até que um belo dia, já em 2007, um amigo comentou que iria me apresentar a uma moça que também era separada, e que a gente deveria sair pra conversar, se conhecer e se distrair um pouco, sem compromisso. Concordei, entrei em contato com a moça e conversamos umas duas ou três vezes por telefone antes do primeiro encontro.
Não sei se por receio ou medo (ou porque ela já conhecia aquela regra pra não entrar numa roubada), a moça disse que preferia me buscar em casa. Combinamos o dia e o horário. Próximo da hora marcada, ela me ligou dizendo que eu deveria descer pois já estava a caminho do meu prédio.
Enquanto eu me preparava pra descer, os meus filhos me ligaram pra me "dar boa noite". Fiquei com eles no telefone por uns cinco minutos e depois desci.
Chegando no carro da moça, eu a cumprimentei e logo pedi desculpas por ter demorado esses cinco minutos, pois tinha recebido a ligação dos meus filhos. Pro meu espanto, ela virou pra mim e soltou: "o que, você tem filhos?" Sinceramente, nas duas conversas que tivemos pelo telefone eu nem me lembrava se tinha tocado nesse assunto. Respondi que sim, que tinha dois filhos.
Ela então me disse que queria sim conhecer alguém e que essa pessoa até poderia ser separada, assim como ela, mas que não poderia ter filhos. Pediu educadamente que eu descesse e sumiu.
Fiquei uns três meses trancado em casa com a auto estima no fundo do poço e tentando entender o que eu tinha feito de errado.

4 comentários:

  1. Que absurdo... muita ignorância dela!!!
    Pode crer que ela não te merecia...
    Antes só do que mal acompanhado, melhor romper antes de iniciar algo do que se envolver e ver que a pessoa não era o que vc esperava.
    Como tudo na vida a gente supera, vc superou!
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Cara, o que dizer? Poxa vida, li tudo. Absolutamente todas as postagens. Hilário, doce, sutil, maravilhoso. Adorei.
    Coloquei nos feeds.
    Beijos, cheios de carinho.
    ;*

    Ana.

    ResponderExcluir
  3. Que bad! Que moça sem noção, pouco fina. Falta educação européia, certeza!!! Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Mulher cruel e extremamente sincera.

    ResponderExcluir